Sexta-feira, 23 de Março de 2012

(35) Globalização fraterna

Globalização fraterna

 

Eu acredito em ti.

A sério, senão não te apelava tanto.

Aceitas-me?

Sim, eu sei que sou diferente.

Tenho genes diferentes,

Experiências diferentes,

Um pensar diferente

E o meu espírito é único.

Mas tu és meu semelhante…

Provimos do mesmo éter que nos bafejou com a vida

E partilhamos uma missão comum:

A humanidade!

Por isso acredito em ti.

Não me magoes por não ser como tu desejas

Não me recrimines nem segregues,

Em prol de valores que não são os teus

Mas os de um outro alguém que tos impôs.

Abraça a diversidade de existências

Deixa-as coexistir numa colorida harmonia.

 

A maioria não é a totalidade

Sou como tu, mas não busco a igualdade.

Dá-me do teu espaço que necessito para ser eu,

Não me obrigues a seguir um caminho que não é o meu

Por muito que esse trilho esteja já decalcado

O meu destino não foi pelos outros traçado.

Para crescer em liberdade preciso de ti

No teu braço deixa-me ser pelo que seja que nasci.

E tu…acredita em mim.

A sério, senão não te apelava tanto.

 

Arine Malheiro

publicado por poesiaemrede às 20:22
link do poema | comentar | favorito
|

Poemas a Concurso

Publicação Final

(45) Manifesto

(44) A miséria que ningué...

(43) POETA DO MAR ONDULA...

(42) Longos sorvos de tem...

(41) Desgraça, grande mal...

(40) A voz da sociedade

(39) O Segredo das Palavr...

(38) Nada

(37) FORCA POÉTICA

(36) Portugal

(35) Globalização fratern...

(34) 18.02, tarde.

(33) livro de reclamações

(32) NO MEU RIO IMAGINÁRI...

(31) Tubarões

(30) Abril

(29) Da lusa gente (ou fa...

(28) Doença

(27) PORTUGAL IMIGRANTE

(26) “Quando perdemos alg...

(25) ANO 2012

(24) Como tu

(23) Desculpa

(22) "Se eu Mandasse"

(21) Depressão ( A doenç...

(20) O que se faz

(19) Viver para Ser

(18) ECO

(17) Justiça injusta

(16) Ainda ontem era Abri...

(15) Os Renegados

(14) PARA ALIMENTAR A ALM...

(13) Eau de Liberdade

(12) Mudança

(11) Sem Rumo

(10) Mentalidades

(9) Pura inocência

(8) Caos na Natureza

(7) " O Mundo "

(6) Que dizes do mundo

(5) Entre o Chão e o Céu

(4) DICOTOMIA DO QUERER E...

(3) PEDIDO EM ORAÇÃO A UM...

(2) (Des)encontros

(1) Mundo Imundo

POESIA EM REDE http://poesiaemrede.no.sapo.pt/

pesquisar poema

blogs SAPO

subscrever feeds