Quinta-feira, 15 de Março de 2012

(29) Da lusa gente (ou fazer acontecer)

Da lusa gente (ou fazer acontecer)

 

Que mar acossado me fez marinheiro,

Se, zarpei de mim para me achar naufrago,

Na ponta do meu desassossego?

 

A que ilha ou chão de futuro aportei,

Se, me perdi nos abismos da minha solidão,

A gritar a revolta do meu descontentamento?

 

Onde arroteei planuras e construi auroras,

Quem me traiu o sonho de velas pandas

E derrubou o mastro onde desfraldei minha bandeira?

 

Quem, pela calada da noite, se fez ladrão e algoz

E, sangrou meu sangue resoluto de ir além,

Segando meus passos e submetendo meus poemas?

 

Eremita de mim, em mim me sinto nauta e profeta,

Peregrino que o infinito chama e o amanhã requer,

Não me travam ladainhas de artimanha abjecta!

 

Eu sou da lusa gente que, ousa porfiar e a aridez vencer,

Para chegar onde só chega aquele que define a própria meta,

Onde acontece o sonho de quem se faz acontecer.

 

 

Pseudónimo do Autor: PC – Paulo César

 

publicado por poesiaemrede às 00:48
link do poema | comentar | favorito
|

Poemas a Concurso

Publicação Final

(45) Manifesto

(44) A miséria que ningué...

(43) POETA DO MAR ONDULA...

(42) Longos sorvos de tem...

(41) Desgraça, grande mal...

(40) A voz da sociedade

(39) O Segredo das Palavr...

(38) Nada

(37) FORCA POÉTICA

(36) Portugal

(35) Globalização fratern...

(34) 18.02, tarde.

(33) livro de reclamações

(32) NO MEU RIO IMAGINÁRI...

(31) Tubarões

(30) Abril

(29) Da lusa gente (ou fa...

(28) Doença

(27) PORTUGAL IMIGRANTE

(26) “Quando perdemos alg...

(25) ANO 2012

(24) Como tu

(23) Desculpa

(22) "Se eu Mandasse"

(21) Depressão ( A doenç...

(20) O que se faz

(19) Viver para Ser

(18) ECO

(17) Justiça injusta

(16) Ainda ontem era Abri...

(15) Os Renegados

(14) PARA ALIMENTAR A ALM...

(13) Eau de Liberdade

(12) Mudança

(11) Sem Rumo

(10) Mentalidades

(9) Pura inocência

(8) Caos na Natureza

(7) " O Mundo "

(6) Que dizes do mundo

(5) Entre o Chão e o Céu

(4) DICOTOMIA DO QUERER E...

(3) PEDIDO EM ORAÇÃO A UM...

(2) (Des)encontros

(1) Mundo Imundo

POESIA EM REDE http://poesiaemrede.no.sapo.pt/

pesquisar poema

blogs SAPO

subscrever feeds