Terça-feira, 13 de Março de 2012

(27) PORTUGAL IMIGRANTE

PORTUGAL IMIGRANTE

 

As paredes dos prédios onde estamos

São pintados com tinta aditivada

Com o suor e a dor dos africanos,

Brasileiros e da Europa libertada.

 

São Guiguis, Santolas, Nhouces, Mangolés,

Moçás, Brasucas, antes eram todos portugueses,

Os Tugas do Serviço de Fronteiras: Quem És?

Estrangeiro todas as vezes!

 

Depois, concentras-te no Rossio,

Teatro D. Maria, Praça da Figueira,

Tua mulher habitua-se ao frio

E já vende peixe na Praça da Ribeira.

 

Tens condomínio fechado na Jamaica,

Pedreira dos Húngaros, Cova da Moura,

Não tens direito a formação ou baixa,

Se adoeces, nenhum hospital te cura.

 

Queres casa, mas o Banco não empresta,

Falta contrato de trabalho assinado,

O patrão explora-te enquanto lhe interessa,

Depois sem subsídio, estás desempregado.

 

Teus filhos, embora, naturais

De Portugal, mas isso não chega,

Para que legalizem os seus Pais,

Só te resta então…mais tristeza.

 

 

José Manuel da Cruz Vaz Jacinto

publicado por poesiaemrede às 00:25
link do poema | comentar | favorito
|

Poemas a Concurso

Publicação Final

(45) Manifesto

(44) A miséria que ningué...

(43) POETA DO MAR ONDULA...

(42) Longos sorvos de tem...

(41) Desgraça, grande mal...

(40) A voz da sociedade

(39) O Segredo das Palavr...

(38) Nada

(37) FORCA POÉTICA

(36) Portugal

(35) Globalização fratern...

(34) 18.02, tarde.

(33) livro de reclamações

(32) NO MEU RIO IMAGINÁRI...

(31) Tubarões

(30) Abril

(29) Da lusa gente (ou fa...

(28) Doença

(27) PORTUGAL IMIGRANTE

(26) “Quando perdemos alg...

(25) ANO 2012

(24) Como tu

(23) Desculpa

(22) "Se eu Mandasse"

(21) Depressão ( A doenç...

(20) O que se faz

(19) Viver para Ser

(18) ECO

(17) Justiça injusta

(16) Ainda ontem era Abri...

(15) Os Renegados

(14) PARA ALIMENTAR A ALM...

(13) Eau de Liberdade

(12) Mudança

(11) Sem Rumo

(10) Mentalidades

(9) Pura inocência

(8) Caos na Natureza

(7) " O Mundo "

(6) Que dizes do mundo

(5) Entre o Chão e o Céu

(4) DICOTOMIA DO QUERER E...

(3) PEDIDO EM ORAÇÃO A UM...

(2) (Des)encontros

(1) Mundo Imundo

POESIA EM REDE http://poesiaemrede.no.sapo.pt/

pesquisar poema

blogs SAPO

subscrever feeds